Ectoplasma

(Mediunidade de efeitos físicos)

Jorge Ândrea dos Santos

Resumo: - Este pequeno ensaio sobre Ectoplasmia faz referências iniciais sobre o significado do título e os pesquisadores que contribuíram na elucidação do processo. Procura mostrar o que é ectoplasma e o resultado de algumas análises realizadas. Apresenta o conceito bioquímico que pode responder pelo processo, onde o ATP, elemento bastante difundido no metabolismo celular e resultante do ciclo de Krebs, seria uma das unidades chaves na formação da substância ectoplásmica.

Na moldagem de objetos ou seres humanos, com propósitos bem definidos, terá de existir o campo de energias responsável pela congregação e orientação das moléculas do ectoplasma, traduzido num verdadeiro campo-organizador, consciente e inteligente pelo que demonstra, representando o agente Psi-Theta (Espírito) ou campo espiritual.

A ectoplasmia, conhecida de modo mais popular como fenômeno de materialização, pelos estudos realizados e experiências criteriosas há um século aproximadamente, ainda em despertando o mais expressivo interesse da área cientifica. Foi Charles Richet quem utilizou a denominação diante das pesquisas realizadas em sua época.

A Parapsicologia, com os conhecimentos dos dias atuais, tem por obrigação fazer a abordagem da temática, no capítulo dos fenômenos Psi-Theta. Devido à existência de inúmeros fatos a ectoplasmia não pode ser relegada ao desconhecimento ou mesmo falta de interesse como desejam algumas posições sectaristas.

A ciência avalia os fenômenos de ectoplasmia com desconfiança. Como todo fenômenos Psi-Theta, não pode ser controlado de acordo com as diretrizes e vontade do pesquisador. Essa fenomenologia, em que os agentes Psi-Theta (Espíritos) participam, é quase sempre fugaz, de difícil abordagem e controle, pela presença de inúmeros fatores que se desenvolvem em dimensão diversa daquela que a metodologia cientifica pode avaliar e controlar.

Laboram nestes fatos inúmeros pesquisadores dos quais lembramos: Albert Coste em 1895;Alexandre Aksakof em 1895; Paul Gibier em 1898;Williams Crookes em 1899 e 1923;Gabriel Delanne em 1909 e 1911 e muitos outros.

Os autores são categóricos em afirmar a inconteste existência dessa mecânica, onde dois elementos entram, indiscutivelmente, no processo: o ectoplasma e o agente orientador para que a moldagem se observe. De um lado, a matéria ectoplásmica, fugaz e vaporosa e, do outro, o campo organizador da forma (campo espiritual) às expensas do qual o ectoplasma se distribui em adequada moldagem.

Ektós ( do grego) - por fora; plasseinforma. O vocábulo ectoplasmia passa a definir, com mais precisão do que o termo materialização, a formação de objetos e pessoas, em ambiente apropriado, às expensas da substância especifica doada pelos sensíveis ou médiuns (ectoplasma).Devemos fazer diferença do termo ectoplasma empregado em biologia para designar a região mais externa do protoplasma celular, do significado parapsicológico do presente escrito.

O ectoplasma é substância amorfa, vaporosa, com tendência a solidificação pela evolução do fenômeno, tomando forma por influencia de um campo-organizador especifico. Facilmente fotografado; de cor branco acinzentado; vai desde a névoa transparente à forma tangível; de aspecto semelhante aos tecidos vivos oferecendo sensação de viscosidade e frieza.

O ectoplasma foi analisado por vários pesquisadores dos quais destacamos as seguintes conclusões:

  1. Dr.V. Dombrowsky (Varsóvia) - "O ectoplasma está constituído de matéria albuminóide, acompanhado de gordura e de células tipicamente orgânicas. Não foram encontrados amiláceos e açúcares".
  2. Dr. Francês ( Munich) - "Substância constituída de inúmeras células epiteliais, leucócitos e glóbulos de gordura".
  3. Dr. Albert Scherenk-Notzing citado por Charles Richet - "O ectoplasma está constituído por restos de tecido epitelial e gorduras".
  4. Dr. Hernani G. Andrade - "O ectoplasma é Substância formada com recursos da natureza originando-se dos tecidos vegetais (ectofiloplasma) e de origem animal (ectozooplasma) e de origem mineral (ectomineroplasma)".

Muitos autores que analisaram a substância encontram células anucleadas em sua constituição. O ectoplasma seria substância originária no protoplasma das usinas celulares, onde o ATP (trifosfato de adenosina) teria expressiva participação, ao lado de outros elementos. Dessa forma, não podemos deixar de considerar a importância do fósforo nas atividades bioquímicas orgânicas e, consequentemente, no desenvolvimento do processo ectoplásmico em suas especificas dosagens. No dizer do professor Aldemar Brasil: "Em síntese, o ATP, que eqüivale por cada ligação piro-fosfática desgarrada de sua molécula, a mais ou menos 7.500 kcal, é a unidade usada em biologia para expressar a transferência de energia oriunda do ciclo de Krebs, e de outras fontes. No ciclo de Krebs, também denominado de ciclo dos ácidos tri-carboxílicos, a energia é libertada pela transferência de elétrons para a cadeia respiratória, provindos de substratos em que o hidrogênio é ativado, desgarrado e transportado com seu elétron até o oxigênio, também ativado ao receber esses elétrons, formando-se, então, a água. Para tanto, no ciclo de Krebs há processos de descarbolização, desidrogenação, etc., operados por enzimas especificas ativadas por coenzimas determinadas".

Qual o mecanismo criativo do ectoplasma na organização do agente doador (sensível ou médium)?Claro que seria uma condensação energética apropriada transformando-se em matéria. A informação de André Luíz, em "Mecanismos da Mediunidade", é bastante lógica e sensata: "O ectoplasma resulta de um processo de desagregação molecular formado por forças desconhecidas, ao mesmo tempo que o fenômeno fica sob controle de campos de forças organizadoras capazes de reagrupar as moléculas segundo um modelo determinado. "O fenômeno de ectoplasmia, é preciso que se diga, é fenômeno de plasmagem e não de criação de matéria. A plasmagem se dará às expensas da substância (energia) fornecida pelo médium que, a pouco e pouco, atingirá o processo de condensação, voltando à sua fonte por mecanismo inverso. Temos como certo, também, que o ectoplasma é substância que, além de fornecida pela organização humana (médium), será plenamente enriquecida (completada) com outros elementos da natureza provindos dos vegetais e de outras matérias orgânicas, de origem animal, numa especifica arregimentação.

Os chamados processos de ectoplasmia investem complexa mecânica, de difícil avaliação pelos atuais métodos que a ciência pode oferecer. Para que o fenômeno se observe e seja bem equacionado, haverá necessidade de lembrarmos o conceito de Claude Bernard de que na usina celular opera-se a totalidade dos fenômenos vitais, muitos dos quais transcendem a avaliação pelos nossos sentidos. A maioria desses fenômenos bioquímicos, mormente da esfera da ectoplasmia, estariam ligados aos compostos fosforados e suas correlações com as enzimas e hormônios.

No núcleo celular existiriam fontes especificas de energia, ligadas ao ADN e ARN (ácido desoxirribonucleico e ribonucleico), a comandarem os processos metabólicos mais expressivos no soalho protoplasmático. O elemento participante ativo desse processo de formação de energias no corpo celular seria o ATP ( trifosfato de adenosina), resultante do ciclo de Krebs.O ATP, sendo a primordial fonte de energia nos processos celulares, estaria comprometido na formação do ectoplasma. Esse processo de doação do ATP traduziria uma "qualidade especifica" do médium na manifestação da fenomenologia paranormal de efeitos físicos. Haveria, neste caso, por intermédio das organizações celulares, uma maior irradiação dessas energias, que se tornariam mais expressivas nas reuniões destinadas a esse tipo de trabalho. Isto mostraria a influência dos participantes da equipe (encarnados e desencarnados) concorrendo no maior fornecimento da substância ectoplasmática por parte dos que apresentam essa possibilidade. Quando a quantidade de substância irradiativa fosse bem expressiva, já fora da fonte de origem, poderia mostrar-se sob forma gasosa visível (nuvem), por um processo de condensação, constituindo material especializado e com possibilidades de aproveitamento nos mecanismos em pauta.

No denominado passe energético, muito utilizado nas casas espíritas sob forma de fluidoterapia, acreditamos que esses elementos de irradiação, devidamente elaborados pelo psiquismo, carregam em seu bojo quase que especificamente energias originárias no ATP da usina celular. Ainda mais, este material de doação energética, passando à dimensão física por condensação, poderá ser aproveitado pelas Entidades Espirituais na vestidura de seus campos de forças nos trabalhos especializados da ectoplasmia.

Assim, essa substância, o ATP, deverá fazer parte do ectoplasma e, na medida que o processo se desenvolve por condensação, vai oferecendo as naturais modificações químicas pela queima da molécula fosfórica que permitirá a ectoplasmia luminosa; por tudo, podemos avaliar a importância do fósforo, em suas múltiplas combinações, no mecanismo da ectoplasmia.

Esclarecemos que o processo da ectoplasmia revelando o aparecimento de um ser humano (Espírito envolto no ectoplasma) não representa exclusivamente a vestidura com ATP. Haveria, na massa ectoplásmica, em sua constituição, pelo alto teor de energias que carrega consigo, outros elementos orgânicos das próprias células ou mesmo substâncias arrecadadas na Natureza, em especificas reações químicas, às expensas de equipes espirituais que participem do processo.

Chepelle, descobriu que o mecanismo de emissão de luz dos pirilampos (vagalumes) estaria ligado a uma enzima, a luciferase, quando oxidada pela luciferina. Neste mecanismo não haveria participação ativa do ATP celular? Não existiria, neste processo, uma correlação, pelas reações afins, de doação de energias embora em degrau bioquímico diverso, com a mecânica da ectoplasmia?

Na ectoplasmia a bioquímica seria mais avançada e onde deverá existir uma participação toda especial das camadas profundas do psiquismo do doador, sem que a vontade e o raciocínio da zona superficial ou consciente possam interferir. Isto não quer dizer que a zona do inconsciente ou espiritual do doador ou médium seja a responsável pelo processo ectoplásmico, mas uma zona orientadora dos mecanismos psicológicos e parapsicológicos. Só haverá ectoplasmia de um ser humano quando o campo inteligente do agente Psi-Theta, ou campo espiritual, comandar o processo. O inconsciente ou psiquismo de profundidade do médium dirige o seu próprio metabolismo e quimismo, mas, nunca a moldagem externa do objeto. A substância ectoplásmica, ao definir a morfologia humana, terá que sofrer a influência orientadora dos vórtices inteligentes do agente modelador que, de acordo com a necessidade e possibilidade, traduzirá o processo de modo parcial ou total, a fim de atingir a sua finalidade.

As variedades de ectoplasmia são inúmeras e com tonalidades especificas. Existem moldagens tão marcantes da parte do doador (médium), que o campo modelador não consegue efetivar com precisão as suas próprias características, mostrando semelhança com o corpo do médium; é como se o médium reforçasse o mecanismo com substância pré-moldada, isto é, o seu corpo astral (matéria orgânica especifica irradiante) fosse projetado na massa ectoplásmica em processamento. Isto tem criado muita celeuma quanto à validade do processo. Aqui não cabe a discussão do problema.

Além das variedades parciais ou totais, a ectoplasmia poderá ser opaca ou luminosa. Neste último caso, pela iluminação da forma em exposição, devido à queima do fósforo, será apreciado, com detalhes, pela nossa visão, a aparição. Sabemos que os processos da ectoplasmia, em sua maioria, necessitam da ausência de luz branca para a sua realização; esta como que desorganiza o processo, o que não acontece com a faixa luminosa do vermelho, até recomendado nas câmaras de ectoplasmia.

Concluindo: a ectoplasmia encontraria no ATP das células uma das substâncias especificas para as próprias moldagens. E, estas, só seriam possíveis com a presença do campo-organizador-orientador do agente Psi-Theta ou Campo Espiritual.

 

 

 

Fluido Vital e temas relacionados com o Duplo Etérico

(Anotações de um grupo de pesquisadores mineiros com o espírito do Dr. Ricardo Di Bernardi)

 

 

 

          Ricardo Di Bernardi     



1- O fluído vital forma uma estrutura especial em nós ? Ou está como que... solto ?

RDB: Ele forma um "corpo" de certa forma sim. Constitui o chamado corpo vital, também conhecido como corpo etérico .

 2- São sinônimos ? Há outros sinônimos equivalentes ?

RDB: Sim. Ei-los :
DUPLO ETÉRICO, CORPO ETÉRICO, CORPO VITAL ( KARDEC ), CORPO PRÂNICO, VEÍCULO DO PRANA, CORPO BIOPLÁSMICO, CORPO BIOCÓSMICO, CORPO ENERGÉTICO, PRIMEIRO CORPO DE ENERGIA, CORPO DIÁFANO, CORPO EFÊMERO, VEÍCULO DA VITALIDADE, CORPO DE VITALIDADE, CASCA LUMINOSA, REFLEXO DO CORPO FÍSICO , AEROSSOMA I, ARMADURA ENERGÉTICA, CONTRACORPO, CÓPIA VITAL HUMANA, CORPO AITÉRICO, CORPO BARDO (TIBETANOS), CORPO BIOCÓSMICO, CORPO LEPTO-HÍLICO, CORPO LEPTOMÉRICO, CORPO ÓDICO, CORPO UNIFICADOR, DJAN, KOSHA, REBOQUE ENERGÉTICO, UMBRA, VEÍCULO SEMIFÍSICO, VÉU DO CORPO HUMANO, VÉU ETÉRICO, PONTE CORPO HUMANO-PSICOSSOMA, PRANAMAYA-KOSHA .

 3- Você ressaltou a colocação de kardec, gostei...

RDB: Eu também gosto disto....

 4- Corpo etérico... é o mesmo que perispírito ou corpo astral ou psicossoma ?

RDB: Não! O corpo etérico ou corpo vital é que o liga o corpo físco ao perispírito. É um estrutura ou "corpo" intermediário entre o corpo material e o perispírito .

 5- Fluido vital é o mesmo que bioenergia ?

RDB: Sim

 6- Então o corpo etérico ou corpo vital tem importância NAS TERAPIAS ENERGÉTICAS?

RDB: SIM. É o fluido vital ou bioenergia que é mobilizado nestas terapias energéticas.

 

7- Poderia nos dar uma definição melhor de corpo etérico ou duplo etérico ?

RDB: CONCEITO :

DUPLO ETÉRICO É UM INVÓLUCRO ENERGÉTICO,VIBRATÓRIO, LUMINOSO, VAPOROSO E PROVISÓRIO QUE COEXISTE ESTRUTURALMENTE COM O CORPO FÍSICO E O CIRCUNVOLVE. ESTÁ LIGADO A DOAÇÃO OU EXTERIORIZAÇÃO DE ENERGIAS POIS NO DUPLO ETÉRICO É QUE SE SITUAM OS CHAKRAS OU CENTROS DE FORÇA.

 8- qual a situação anatômica , se assim posso dizer do duplo etérico ?

RDB: LOCALIZAÇÃO:

O CORPO ETÉRICO É O AGENTE INTERMEDIÁRIO ENTRE O CORPO FÍSICO E O PERISPÍRITO (CORPO ASTRAL).

9- Este corpo etérico é então composto de energia ou fluido vital, é isto ?

RDB: COMPOSIÇÃO

É CONSTITUÍDO POR FLUIDO VITAL (ENERGIA VITAL OU PRANA) DAÍ A DENOMINAÇÃO CORPO VITAL. ESTE FLUIDO, ORIGINADO DO FLUIDO CÓSMICO UNIVERSAL ABSORVIDO PELAS MOLÉCULAS ORGÂNICAS CONFERE O ATRIBUTO DA VIDA

10- Corpo etérico fica fazendo a ligação entre perispírito e corpo físico, entendi. No entanto ele ...como que sai fora dos limites do corpo material ?

RDB: OS LIMITES PLÁSTICOS DO CORPO HUMANO SÃO ULTRAPASSADOS EM CERCA DE 1 CM PELO CORPO ETÉRICO

11- Qual é a consistência deste corpo etérico? Ou melhor seria.. como quê ?

RDB: TEXTURA TÍPICA DOS ELEMENTOS FLUÍDICOS, MAIS DENSA NOS INDIVÍDUOS PRIMITIVOS E MAIS SUTIL E DELICADA NOS SERES HUMANOS ESPIRITUALMENTE MAIS EVOLUÍDOS.

12- Qual a FORMA deste corpo etérico ?

RDB: HUMANÓIDE, COM GRANDE ELASTICIDADE. Lembra o gasparzinho ou um fantasminha. Uma massa de fluido vital que toma a forma do corpo mas enquanto ocupa este espaço. Quando desencarnamos esta massa de fluidos volta (quase toda) para o fluido cósmico.

13- Teria cor ?

RDB: COLORAÇÃO:

BRANCA (nos espíritos encarnados mais sutis) OU ACINZENTADA nos menos evoluídos.

14- Diz-se: corpo etérico mas teria órgãos como há no perispírito ?

RDB: ESTRUTURA: NÃO POSSUI ÓRGÃOS COMO O CORPO ASTRAL.

POSSUI REGIÕES DENOMINADAS CHAKRAS OU CENTROS DE FORÇA QUE CAPTAM ENERGIA CÓSMICA DISTRIBUINDO-AS PARA O CORPO FÍSICO (REBAIXAMENTO VIBRATÓRIO) E PARA O PERISPÍRITO (OU CORPO ASTRAL) POR ACELERAÇÃO VIBRATÓRIA.

OS CHAKRAS SÃO INTERLIGADOS POR NADIS OU CANAIS QUE PERMITEM CIRCULAR AS ENERGIAS.

15- Há alguma importância prática sabermos que existem estes canais ou Nadis ?

RDB: O PASSE ENERGÉTICO SOBRE O CHAKRA CORONÁRIO, PELOS NADIS (canais), CHEGA AO LOCAL NECESSITADO, não havendo, portanto necessidade do passe ser sobre o local enfermo ou em desequilíbrio. Ou seja basta impor as mãos sobre a cabeça (coronário) que a energia chega lá ,onde requer o paciente , pelos canais. Eis aí uma importância prática .

16-Há referências de autores espirituais de vulto e credibilidade que façam referência ao corpo etérico (ou duplo) ?

RDB: Sim. André Luiz , via Chico, e Joanna de Angelis , via Divaldo. Pode ficar tranquilo meu caro.

17- Afinal, meu caro Di Bernardi, os chakras estão no perispírito ou no corpo etérico ?

RDB: Ficam no perispírito (corpo astral) TAMBÉM e cada um deles se apresenta IGUALMENTE no corpo etérico. São cópias. No mundo extra-físico ou colônias espirituais, também há mediunidade e inclusive realizam sessões mediúnicas. Daí a necessidade (há outros motivos) da existência destes centros de força no corpo dos espíritos.

18- Sei, já li em Libertação do André Luiz...Diga-me meu caro Dr. , quais seriam as funções do corpo etérico ?

RDB: Caro amigo, deixa eu usar uma nomenclatura, mais elegante: PARAFISIOLOGIA DO DUPLO ETÉRICO .

 18a.  Por quê parafisiologia ?

RDB: Fisiologia seria o estudo do funcionamento do corpo físico, Parafisiologia seria além do corpo físico...

19- Qual a função principal ou a função básica do duplo etérico ?


RDB: FUNÇÃO BÁSICA: O CORPO ETÉRICO É O VEÍCULO E A RESERVA DA NOSSA ENERGIA VITAL, ABSORVE O FLUIDO VITAL E O DISTRIBUI PELO CORPO HUMANO ALÉM DE O TRANSFORMAR EM FLUIDOS SUTIS ENVIANDO-OS AO CORPO ASTRAL (PERISPÍRITO).

Função 2 - PRODUÇÃO DE ECTOPLASMA

O CORPO ETÉRICO É O PRINCIPAL RESPONSÁVEL PELA ELABORAÇÃO DO ECTOPLASMA, PORTANTO PARTICIPA DIRETAMENTE NA MEDIUNIDADE DE EFEITOS FÍSICOS E MATERIALIZAÇÃO DOS ESPÍRITOS.

Função 3 - EXTERIORIZAÇÃO DE ENERGIAS

NOS PROCESSOS DE IRRADIAÇÃO, PASSES MAGNÉTICOS E SIMILARES HÁ PROJEÇÃO DE ENERGIA VITAL DO CORPO ETÉRICO EM DIREÇÃO AO PACIENTE.
MAGOS, MÉDIUNS, PARANORMAIS, FEITICEIROS, ETC, USAM (CONSCIENTEMENTE OU NÃO), A PROJEÇÃO DO SEU C. ETÉRICO COM FINALIDADE TERAPÊUTICA OU CRIMINOSA.

Função 4 - PROGRAMAÇÃO DO TEMPO DE VIDA

O DUPLO ETÉRICO TRAZ, EM SI, A PROGRAMAÇÃO DO TEMPO DE VIDA FÍSICA DO INDIVÍDUO. O DUPLO ETÉRICO POSSUI UM “QUANTUM” DE ENERGIA VITAL.

Função 5- FIXAÇÃO DO CORPO ASTRAL AO C. FÍSICO

Função 6 - VITALIZAÇÃO DAS FORMAS PENSAMENTO - A MENTE CRIA FORMAS PENSAMENTO QUE SE MANTÉM PELO FLUIDO VITAL QUE DOAMOS. É O ALIMENTO DAS FORMAS PENSAMENTO. DÁ VIDA TEMPORÁRIA A ESTADOS FORMAS. VEJA O NOME : fluido vital...

Formas pensamentos são emanações mentais nossas ou de desencarnados que são vivificadas por massas de Fluido vital.

Também conhecidas como “Cascões Astrais” na Teosofia. Por serem vitalizadas mantém-se c/ vida vegetativa temporária.

 20. A vitalização é das "FORMAS PENSAMENTO" ou formas "DE" pensamento.

RDB: AS FORMAS PENSAMENTO ou criações ideoplásticas, são formas criadas pelo pensamento (corpo mental) que existem transitoriamente e que são vitalizadas (alimentadas com fluido vital) provindas do corpo etérico. Em nosso grupo mediúnico os médiuns desdobrados (projetados) vêem muito isto.

 21- O corpo etérico tem lucidez ? Se expressa com pensamentos ou algo assim?

RDB: Não meu caro. O corpo etérico não é veículo da consciência. Não possui órgãos como o perispírito (corpo astral) que tem um cérebro (para-cérebro) O CORPO ETÉRICO NÃO ATUA COMO VEÍCULO SEPARADO, INDIVIDUAL, PARA A MANIFESTAÇÃO DA CONSCIÊNCIA, NEM ESTÁ APTO PARA CAPTAR INFORMAÇÕES POR NÃO TER PARACÉREBRO (AO CONTRÁRIO DO CORPO ASTRAL = PERISPÍRITO) .

 22- O corpo ETÉRICO sendo composto de fluido vital , se desgasta ? Repõem-se este fluido vital ? Como ?

RDB: Sim, Há um Desgaste Natural durante a vida, no entanto há reposição deste fluido (energia vital =prana=bionergia )

Reposição:

a)     Respiração , em especial pela respiração com mentalização ou respiração prânica, que é uma técnica de absorção desta energia vital do cosmos.

b)     b) Reposição pela Alimentação , ao se ingerir alimento orgânico sempre se absorve energia vital . Se você come uma maçã está ingerindo energia vital além da composição química que compõe a maçã.

c) Pode-se repor este fluido vital quando se recebe Passe ou Irradiação.

d) Absorção pelo Chakra Esplênico, neste caso se absolve diretamente da massa de fluidos do universo.

 23- Há desgastes Precoces deste fluido vital ? Como ?

RDB: Sim!

a) Vícios podem levar a desgastes mais rápidos da bionenergia.

b) Obsessão Espiritual ou vampirização energética por espíritos desequilibrados.

c) DOENÇAS também. d) Suicídio, por exemplo, seria o exemplo maior deste desgaste súbito.

24- O suicida sofre filosoficamente por transgredir a Lei de Deus não é ?

RDB: SIM,É VERDADE MAS TAMBÉM VEJA CIENTIFICAMENTE: NÃO HAVENDO O ESGOTAMENTO DOS ÓRGÃOS HÁ RETENÇÃO DE FLUIDO VITAL NESTES ÓRGÃOS E O PERISPÍRITO PODE PERMANECER LIGADO AO CADÁVER PELO DUPLO ETÉRICO .

25- Meu caro Dr. Ricardo, como se forma o corpo etérico em nós ou seja seria desde o início da encarnação? De onde vem "a matéria prima"?

RDB: Desde o início da Encarnação o Fluido Vital do óvulo já fixa as energias perispirituais do reencarnante.

Na fecundação, milhões de espermatozóides excedentes (não fecundantes) fornecem a energia vital excedente para a constituição inicial do corpo etérico o qual fixará o corpo astral ao embrião

 26- Como funciona, ou melhor como entender a questão morte e fluido vital ?

RDB: Com as enfermidades e o falecimento dos órgãos não há mais fixação do fluido vital, o desprendimento progressivo do mesmo determina a morte ou seja o desligamento do corpo astral do corpo físico.

 27- Como na natureza se forma ou se origina o fluido vital ?

RDB: ORIGEM:

FLUIDO CÓSMICO UNIVERSAL + Energia Solar Física e EXTRAFÍSICA ORIGINAM a FLUIDO VITAL=BIONERGIA=PRANA

 28- Conforme aprendi em biologia , a CLOROFILA FIXARIA A ENERGIA SOLAR FÍSICA , fixaria também a EXTRAFÍSICA PELA FOTOSSÍNTESE ?

RDB: ESTE É MEU "!GAROTO, ALUNO NOTA DEZ ..." ACERTOU EM CHEIO !!!

 29. Quantos seriam os Chakras no Corpo Astral ou Corpo Etérico ?

RDB: SÃO UM "MONTÃO" meu caro discípulo, posso brincar também, não é... SÃO UNS SETE OU OITO PRINCIPAIS E DEZENAS DE OUTROS MENORES ATÉ MILHARES MUITO PEQUENOS FORMANDO OS PONTOS DE ACUPUNTURA... 

 30- Centros de Força de André Luiz são os mesmos Chakras?

Acertou na mosca...

 31- Vamos lá DR. , em Número: 8 CHAKRAS Principais + Menores, NO CORPO ETÉRICO E TAMBÉM NO CORPO ASTRAL?

RDB: Sim, há correspondentes em cada corpo.

 32- E no corpo biológico suas relações seriam principalmente com os Plexos Nervosos.

RDB: Pelo jeito não é preciso responder muita coisa. Certo...certíssimo...

 33- Vamos lá meu caro Dr. Ricardo, já estou sabido em fluido vital... soube que você pesquisou algum tempo com fotos Kirlian e parece-me que em congresso demonstrou que as fotos antes e depois da sessão mediúnica tem alterações importantes. É fato ?

RDB: Sim meu caro, as fotos após a sessão mediúnica demonstram ganho de energia significativo. após duas horas de doação energética as fotos crescem seu campo energético.

 34- Mas se houve doação como aumentam ?

RDB: É dando que se recebe... Lembra ?

 35- Como se forma na natureza ou em nosso planeta o Fluido Vital ?

RDB: O Fluido cósmico Universal sob o impacto da energia solar (física e extrafísica) é transformado em fluido vital.  

 36- Ao se receber um passe se recebe fluido vital, correto ? Se é assim como esta energia entra e como vai para o perispírito e corpo físico ?

RDB: Considero que a energia vital doada (passe) é captada pelo conosco corpo etérico sofre uma aceleração vibratória e "sobe" ao CORPO ASTRAL (PERISPÍRITO) bem como sofre um rebaixamento ou desaceleração vibratória e "desce" para o corpo físico. Em resumo entra pelo corpo etérico (vital) e vai para o perispírito e corpo físico.

37- Quando vai em direção ao perispírito vai pelos chakras ? 

RDB: Sim

38- Ao invés de doação existe o roubo de energia vital por espíritos vampiros, poderia explicar como ?

RDB: São espíritos ditos Endoparasitas, isto é que se fixam dentro (endo) do obsedado no seu chakra esplênico sugando o fluido vital. São os "vampiros".   

39- Quando alguém doa energia vital, no passe por exemplo, após o trabalho sente-se fraco, inclusive por amor chega a chorar de emoção no passe, de compaixão do paciente. Como se explica que saiu fraco ?

RDB: Ao se envolver emocionalmente, pela compaixão, chegando a chorar, mobiliza o chakra gástrico ao invés do cardíaco. No cardíaco nos relacionamos com o amor, no gástrico com a paixão, a emoção sentimentalóide. Isto é ruim , não é evolução. Já pensou se os grandes cirurgiões chorassem na cirurgia ?

40- Uma amiguinha do meu filho ao voltar da praia, onde fez topless voltou com dor de cabeça. Disseram-me que seria por captação de energias vitais, concorda com isto ?

RDB: Explicando: Garota sem a parte superior do biquíni, durante horas recebendo a carga energética dos rapazes sobre seu chakra genésico. As energias ascendiam pelos nadis (canais entre os chakras), isto porque ela não sintonizava com as energias agressivas dos rapazes. Esta energia doada por eles ascendia ou subia até o coronário para ser transformada ou sublimada. Com o acúmulo desta energia (horas) gerava dor de cabeça. Não esqueça que pode ser só um resfriado ... Ou outra causa mais natural...

41- A obsessão de espíritos sobre a parte sexual pode sugar fluido vital ? O que causaria?

RDB: Sim, pode sugar fluido vital pelo chakra genésico. Causa ou frigidez ou exacerbação sexual ou desvio dos padrões de forma muito acentuada, pelas características dos obsessores. 

42- A desarmonia da energia vital ou fluido vital provoca em nós doenças, certo ? como ocorre ? 

RDB: Se o espírito pensa mal, reflete na freqüência da energia vital, pelo perispírito, o corpo físico reage se fragilizando e tornando-se suscetível as doenças.


Ricardo Di Bernardi